Como emitir tokens e por que Tokenizar um ativo?

Tokens 27 de Out de 2021

Foto: Publicação unsplash

Um token de ativo é uma representação digital de um ativo real, que pode ser tanto algo tangível (como imóveis, obras de arte e equipamentos) quanto algo intangível (como direitos autorais, marcas registradas e ações).

Quando falamos em tokenização, nos referimos, portanto, em converter esses ativos (que possuem valor econômico) em um formato digital, para que eles possam ser facilmente negociados.

O que é Tokenização?

A tokenização indexa o valor que o ativo representa em dinheiro aos tokens. Assim, um único ativo pode ser dividido em várias pequenas partes, que possuem um valor menor e se tornam mais acessíveis para investidores.

Geralmente, quando houver variação no valor do ativo, os tokens automaticamente variam devido à essa indexação.

O emissor do token é o detentor do ativo que ele representa e, ao utilizar o processo de tokenização, ele ganha transparência, autonomia e liquidez para negociar seus bens, sem a necessidade de intervenção de uma entidade central.

Todo esse processo de tokenização pode ser feito a partir do desenvolvimento de um contrato inteligente, também conhecido como Smart Contract, que é um código pré-programado na blockchain para assegurar que os termos do contrato serão cumpridos.

Por que Tokenizar?

O processo de tokenização oferece vantagens tanto para o emissor do token de ativo quanto para o investidor.

Para o emissor do token, esse tipo de negociação pode gerar um aumento de liquidez e uma conversão rápida e justa da venda de um bem.

Por meio da tokenização, ativos que antes eram ilíquidos, agora podem ser negociados com facilidade e agilidade a qualquer hora e dia, já que o mercado dos tokens é ininterrupto.

Já com os investidores, a tokenização contribui para que ativos de alta performance, normalmente restritos a grandes investidores e instituições financeiras, se tornem mais acessíveis.

Existem ainda outros pontos relevantes das vantagens de tokenizar, como a segurança garantida pela blockchain, por exemplo.

Por meio dos smart contracts, a blockchain garante a validação jurídica das transações e assegura que elas serão executadas de forma correta, sem a necessidade de envolver uma terceira parte na negociação.

E, já que a tokenização não envolve outras instituições e pessoas, a transação se torna:

  • mais ágil
  • mais barata (pois não envolve o pagamento de diversas taxas)
  • menos burocrática

Que oferece soluções sobre tokenização?

O que pode ser tokenizado?

A tokenização é a conversão de qualquer tipo de ativo em formato digital. O que significa dizer que praticamente tudo pode ser tokenizado!

De ativos tradicionais, como

  • títulos
  • commodities
  • fundos de capital de risco
  • imóveis

Até ativos exóticos, como:

  • obras de arte
  • cavalos de corrida
  • equipes esportivas
  • propriedades intelectuais.

Costumamos dizer aqui na Liqi que “tudo pode ser tokenizado, mas nem tudo deve ser tokenizado”. Afinal, é importante que a negociação faça sentido para quem está tokenizando e para quem está adquirindo os tokens.

Quem pode tokenizar?

A verdade é que qualquer pessoa pode tokenizar desde que tenha um ativo.

A tokenização ajuda os donos de ativos a alcançar maior liquidez e a obter capital com mais rapidez.

Ao criar tokens de seus ativos, você está disponibilizando parte dos direitos sobre eles, o que pode ser muito vantajoso.

Como é o processo de tokenização de um ativo?

1ª etapa: Estruturação do Token

  1. O ativo a ser tokenizado é analisado pela Liqi para garantir que ele existe e que respeita certas condições
  2. É criado um contrato legal que estabelece os direitos do detentor do token
  3. É criado um “Título ao portador” digital (token), que confere direitos a quem o carrega, como um cheque
  4. É aberta a conta Escrow para o recebimento dos investimentos

2ª etapa: Emissão dos Tokens

  1. São criados instantaneamente os Smart Contracts dentro de uma rede segura e criptografada chamada Blockchain
  2. O time de tecnologia configura todo o token, que passa a existir dentro do Blockchain da rede da Ethereum
  3. Os tokens estão prontos para serem distribuídos aos investidores

3ª etapa: Listagem ou Distribuição

  1. O token é ofertado publicamente para os investidores dentro da plataforma da Liqi
  2. O investidor pode finalmente investir no token com o capital que preferir
  3. Quando a oferta é comercializada, o investidor recebe os seus tokens dentro da plataforma Liqi

4ª etapa: Governança

  1. A Liqi se responsabiliza por assegurar que o investidor receba o que lhe é de direito (como dividendos, juros ou qualquer rentabilidade do token)
  2. O investidor conta com acesso exclusivo a uma página de notícias sobre o projeto atualizada pelo emissor
  3. O investidor pode visualizar o andamento do direito tokenizado e avaliar o andamento do projeto e a produção de retorno
  4. O investidor pode acompanhar o desenvolvimento do projeto do token no espaço de governança.
  5. Em determinados casos contamos com auditoria externa de empresas do mercado

Os conteúdos são contanstemente atualizados e este post pode ser atualizado futuramente.

Gostou do conteúdo ? Compatilhe para que mais pessoas conheçam sobre Tokens

Fonte: Liqi Corretora

Marcadores

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.