Fundos imobiliários: por que o mercado segue no radar mesmo com a alta da taxa Selic e onde investir hoje

Fundos imobiliários Publicado em 26 Março 2021

Foto: Infomoney

SÃO PAULO – A queda de 10,2% em 2020 do Ifix, índice que reflete o desempenho médio dos fundos imobiliários na Bolsa, prossegue em 2021 em meio ao avanço da Covid-19 no país. A perda do referencial era de 1,9% até 24 de março, mas não foi capaz de frear a chegada de novos investidores à classe.

Após saltar de 208 mil, em 2018, para 645 mil, em 2019, o número de cotistas pessoas físicas dos fundos imobiliários chegou a 1,17 milhão, ao fim do ano passado.

E ao longo do primeiro bimestre de 2021, mesmo com a maior aversão ao risco refletida na alta do dólar e na queda da Bolsa, a tendência de maior interesse do público de varejo se manteve, com a marca de 1,25 milhão de investidores em fundos imobiliários alcançada em fevereiro.

Leia o post na integra no link abaixo

Fundos imobiliários: por que o mercado segue no radar mesmo com a alta da taxa Selic e onde investir hoje
Retorno com o pagamento de dividendos projetado para os próximos 12 meses e ativos com preços atrativos movem expectativas positivas para o setor

Categoria

Gustavo Armoa

Estudante de Engenharia de Software, apaixonado por Data Science e E-commerce. Atualmente trabalhando como consultor de pessoa jurídica e gamer na horas vagas.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Em seguida, conclua a compra para acesso total.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.