Por que a Bolsa está descolando do PIB, ignorando a pandemia e os riscos político e fiscal?

Mercados 19 de Abr de 2021

Foto: Unsplash

SÃO PAULO – O Ibovespa superou os 121 mil pontos na sexta-feira (16), fechando na sua terceira alta semanal seguida. Nas últimas três semanas em que a Bolsa subiu, o Brasil registrou um recorde de 4.249 mortes em 24 horas na pandemia, a instalação da CPI da Covid foi determinada pelo STF, impasses sobre o Orçamento se intensificaram, os juros de títulos prefixados do Tesouro bateram 9% e estimativas para o PIB foram revisadas.

Bancos de investimento como Credit Suisse, Barclays e Morgan Stanley reduziram suas projeções para a economia brasileira neste ano, de um crescimento acima de 4% para algo mais próximo a 3%. Segundo o último Boletim Focus do Banco Central, que reúne as projeções das principais instituições financeiras do país, o mercado agora espera avanço de 3,08% para o PIB deste ano, ante 3,41% no início do ano.

Leia na íntegra em:

Por que a Bolsa está descolando do PIB, ignorando a pandemia e os riscos político e fiscal?
Enquanto o PIB é revisado para baixo, a Bolsa vai superando as expectativas e recupera os 120 mil pontos; o que explica a alta e quais as perspectivas?

Marcadores

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.