Quais ações de elétricas mais perdem e quais mais ganham em meio à crise hídrica?

Ações 1 de Jun de 2021

Foto:Unsplash

SÃO PAULO – Nas últimas semanas, o noticiário sobre a crise hídrica ganhou força, gerando ainda mais temores sobre a economia e sobre o mercado nos últimos dias. Na última sexta-feira (28), o governo emitiu um alerta de emergência hídrica para o período de junho a setembro deste ano em cinco Estados brasileiros: Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.

O alerta reforça as preocupações com o baixo nível dos reservatórios do país, que segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) está em 44% da média histórica, o  que se compara com 60% em maio de 2020, momento em que a situação já estava preocupante.

Quais ações de elétricas mais perdem e quais mais ganham em meio à crise hídrica?
Cesp e AES Brasil são vistas como as mais prejudicadas, enquanto Omega e Eneva são vistas como ganhadoras relativas; empresas de saneamento são monitoradas

Marcadores

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.