Sigma dobra produção de lítio em MG para suportar demanda com “corrida verde” dos carros elétricos

Negócios 21 de Jun de 2021

Foto: Divulgação infomoney

SÃO PAULO – O carro elétrico não é mais um sinônimo de sustentabilidade sozinho. Os questionamentos a respeito da matriz energética usada para recarregar a bateria e, posteriormente, as preocupações com o processo de fabricação da bateria e extração do lítio usado nela tornaram-se as novas preocupações de ambientalistas e entusiastas das tecnologias limpas.

É nesse cenário que a Sigma quer ganhar espaço, usando a seu favor a “corrida verde” dos carros elétricos, fenômeno que ocorre principalmente na Europa. “O consumidor na Europa é consciente, porque ele tem que pagar mais pelo carro elétrico. Ele quer saber se esse veículo, para tirar carbono nas ruas da Alemanha, não vai só deslocar esse carbono para outros países”, explica Ana Gardner, co-presidente e diretora de estratégia da Sigma.

Leia o post na integra no link abaixo

Sigma dobra produção de lítio em MG para suportar demanda com “corrida verde” dos carros elétricos
Executiva fala sobre os planos de começar a produzir em 2022 e saltar de 220 mil para 440 mil toneladas até 2023

Marcadores

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.