Startup que reúne lojas de construção cresce com demanda por materiais para reformas durante a pandemia

Mercado Imobiliário Publicado em 16 Março 2021

Foto: Pedro Dellagnelo e Pedro Rocha, da Oico (Divulgação)

SÃO PAULO – A pandemia causada pelo novo coronavírus levantou ou derrubou empresas, a depender de seus setores. Os materiais de construção tiveram uma reviravolta: por mais que a oferta de matéria-prima e de obras tenha sido prejudicada no início da pandemia, a demanda por reformas cresceu e os lançamentos imobiliários estão retornando.

Um dos negócios que têm aproveitado esse momento é a Oico, um marketplace que reúne fornecedores de materiais de construção e digitaliza a relação entre eles e empresas de reformas. A startup foi criada em abril de 2020, em plena pandemia, pelos empreendedores Pedro Dellagnelo e Pedro Rocha. O negócio já atende 50 compradores profissionais de materiais, que compram matéria-prima com frequência e precisam simplificar o processo.

Leia o post na integra no link embaixo

Startup que reúne lojas de construção cresce com demanda por materiais para reformas durante a pandemia
A Oico atende um mercado de R$ 80 bilhões, segundo estimam os fundadores Pedro Dellagnelo e Pedro Rocha. Negócio passou por aceleração no Vale do Silício

Categoria

Gustavo Armoa

Estudante de Engenharia de Software, apaixonado por Data Science e E-commerce. Atualmente trabalhando como consultor de pessoa jurídica e gamer na horas vagas.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Em seguida, conclua a compra para acesso total.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.