STF vai julgar correção do FGTS; veja o que está em jogo e como pedir a revisão

Fgts 7 de Mai de 2021

Foto: Divulgação infomoney

SÃO PAULO – Um julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) marcado para a próxima quinta-feira (13) está levando muita gente a resgatar a carteira de trabalho e começar a fazer as contas. O assunto é a correção monetária do Fundo Garantidor do Tempo de Serviço (FGTS).

Uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) – a de número 5090 – iniciada pelo partido Solidariedade em 2014 questiona a adoção da TR, a Taxa Referencial, como índice de correção. Por lei, os recursos depositados pelos empregadores no FGTS são remunerados com juros de 3% ao ano, mais a variação do indicador – que, aliás, é o mesmo que corrige a caderneta de poupança.

Leia o post na integra no link abaixo

STF vai julgar correção do FGTS; veja o que está em jogo e como pedir a revisão
Ação Direta de Inconstitucionalidade questiona a adoção da TR, já que a taxa não reflete a inflação; decisão balizará todos os processos do assunto

Marcadores

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.